As equipes de desenvolvimento de aplicativos devem encontrar um caminho melhor para o desenvolvimento de Apps

Ofer Spiegel – Director of Product Marketing at Magic Software

No recente post de seu blog, “Java Is A Dead-End For Enterprise App Development”, Mike Gualtieri, um Analista Forrester, descreve as razões pelas quais o Java, embora ainda firmemente plantado na empresas de TI para desenvolvimento de aplicativos personalizados, tem servido a seus propósitos, mas e agora é tempo de as equipes de desenvolvimento Java avançarem e que “as equipes de desenvolvimento devem encontrar um caminho melhor para o desenvolvimento de aplicações”.

O sucesso do Java pode ser decorrente essencialmente de duas de suas características básicas: Multiplataforma e Open Source.

Apesar do open source ter provado ser um sucesso para as empresas comerciais que vendem commodities, como o Linux, MySQL e JBoss, como Peter Yared escreve em seu blog “O Fracasso do Software Open Source Comercial”, não conseguiu proporcionar às empresas uma vantagem significativa sobre o software proprietário. “Empresas de código aberto têm a mesma estrutura de custos que as empresas de software corporativo que as precederam”, diz Yared, e ele explica ainda que “muitas empresas de software livre que se apresentam em feiras têm vendedores, engenheiros de sistemas, departamentos de atendimento ao cliente, e ainda por cima empregam a maioria dos desenvolvedores que estão trabalhando em seu projeto de código aberto” e ele acrescenta “a dor de cabeça de manter uma comunidade e integrar patches de código aleatório é tão cara como a correção de bugs reportados com o seu próprio pessoal. “

No entanto, com todos os seus méritos, o Java foi e ainda é uma plataforma de codificação 3GL, que não resolveu realmente a complexidade de codificação que muitas empresas desejam evitar. “O desenvolvimento Java é complexo demais para o desenvolvimento de aplicativos de negócios”, diz Gultieri. E ele está absolutamente certo. Aplicações de negócios grandes e complexas tornam-se um pesadelo quando a codificação é baseada em Java (ou qualquer outra 3GL deste tipo).

Gualtieri conclui em seu blog, afirmando que “as plataformas de desenvolvimento não são os únicos itens a considerar. Cloud computing e Mobile, apenas para citar alguns, são outras tendências que devem fazer parte de sua nova estratégia “. De verdade! Muitas empresas estão agora em uma encruzilhada significativa, onde mudar suas aplicações em aplicações habilitadas para a nuvem torna-se imperativo e novas tecnologias e plataformas são obrigatórias. As empresas perceberam que precisam muito mais do que uma plataforma de desenvolvimento, que precisam de uma plataforma de aplicações habilitada para a nuvem, habilitada para mobile, que lhes permita fazer essa mudança radical, com risco mínimo, menor tempo de entrega e com um ROI significativo, rápido e positivo.

uniPaaS é exatamente o que as empresas devem estar buscando agora. Estes são momentos críticos, onde os trens da tendência estão se movendo mais rápido do que nunca, e as empresas precisam agir em conjunto e agir rapidamente. As decisões precisam ser tomadas agora. As decisões não devem basear-se na glória do passado, ou no gosto por plataformas do passado. Decisões admiráveis devem ser tomadas para o futuro próximo e distante. A plataforma escolhida deve ser tal que cubra todos os ângulos: Pronta para a Nuvem, Pronta para Mobile, Super Produtiva, Super Flexível, Completamente Aberta para permitir que as empresas rapidamente subam para as nuvens no menor tempo possível, sem desperdiçar o investimento passado em aplicações legadas e preservando a opção de mover-se entre implantação on-premise e implantação off-premise, a qualquer momento.

Cloud e Mobile são tendências que causam rupturas. Felizmente o uniPaaS é capaz de suavizar tais rupturas e superá-las com grande sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.