A integração melhora seus negócios

Situação Irritante nº 1: Seu pessoal de vendas é forçado a inserir os mesmos dados em dois sistemas diferentes. Você não deveria deixar essa função aos seus auxiliares e contadores? Pelo fato de seu Salesforce.com não ser integrado com seus sistemas SAP ou Oracle, seus principais vendedores também se tornam auxiliares de entrada de dados, duplicando informações entre os sistemas ao invés de estarem fechando mais negócios.

Diagrama de Blocos

Situação Irritante nº 2: Seu time de suporte está recebendo ligações do Cliente X sobre um problema que ele está tendo com sua solução. Seu sistema de suporte mostra que o Cliente X ligou duas vezes no último mês com o mesmo problema. Se eles também tivessem acesso aos dados de seu ERP, eles seriam capazes de ver que o Cliente X solicitou tudo o que ele precisava, a não ser pelo Widget Y, crítico para a solução desse tipo de problema. Enquanto isso, ele está tweetando e postando no Facebook sobre como seu suporte técnico é uma porcaria. Eu poderia dar vários outros exemplos, mas acho que você já entendeu.

Integrar seus diferentes sistemas permite que você simplifique os processos, automatize tarefas corriqueiras e forneça um acesso mais fácil a informações mais completas, relevantes e em tempo real. Por exemplo, integrando seus sistemas ERP e CRM como, por exemplo, JD Edwards ao Microsoft CRM ou ao Salesforce.com, ou estendendo as informações de seus legados a um sistema front-end como o SharePoint, você permitirá que suas equipes de vendas e seu pessoal de suporte desfrutem de uma visão de 360º de seus clientes – proporcionando-os acesso aos dados críticos que eles precisam para fazer o trabalho deles, de forma mais eficiente. Além disso, seus negócios ganharão alguns benefícios adicionais. Você irá aumentar a produtividade, reduzirá os erros e custos, aumentará a satisfação dos clientes e a qualidade dos serviços; tudo isso enquanto melhora a eficiência organizacional de modo geral. Isso irá ajudá-lo bastante. E a boa notícia é que a complexidade de integração pode ser significativamente reduzida sem depender de programações manuais ou de abordagens de “middlewares” altamente complexos.

Depois de anos de experiência na implementação de projetos de integração que simplificam os processos de negócios, eu posso garantir que isso não é tão assustador quanto parece. Você não precisa aturar os “silos” de informações que não trabalham juntos. Você pode e deve concertar isso!

Magic_Stack_Diagram

Abrangência da Tecnologia Magic

Aqui estão alguns passos que tornarão seu trabalho mais fácil:

  • Avalie: Não faça nada, não toque em nada e não prometa nada até que você tenha tido tempo de analisar a situação. Certifique-se de revisar seu set-up atual. Quais sistemas você tem? Como a integração irá ajudá-lo a se preparar para as atualizações de seus sistemas? O quão segura é sua infraestrutura atual? O que precisa ser conectado? Qual a cara que você quer que seus resultados tenham? Como os processos de negócios podem se tornar mais ágeis e responsivos?
  • Discuta: Certifique-se de encontrar-se com os stakeholders (as partes interessadas no resultado dessa integração). O que eles querem ser capazes de fazer e como?
  • Priorize: Construa uma sequencia lógica baseada nas necessidades e no tempo. Foque-se nos sistemas de negócios críticos que diferenciam sua empresa e criam valor em primeiro lugar, considerando sistemas operacionais comoditizados e outros ativos de software em segundo lugar.
  • Planeje com o Futuro em Mente: Crie um plano de implementação realista com linhas de tempo e orçamentos apropriados, levando em consideração tudo aquilo que está acima. Tenha certeza que seu plano incorpore abordagens que se flexibilizam com as mudanças futuras na tecnologia e arquitetura.
  • Escolha Ferramentas Inteligentes: Encontre a arquitetura de integração que deixe suas versões na palma da sua mão e que seja compatível com tudo que você tem. Certifique-se que sua ferramenta de integração possua conectores certificados para os ecossistemas que você está integrando (por exemplo: SAP, Salesforce.com, Oracle, IBM, Microsoft, etc.). Não tente integrar o sistema A ao sistema B apenas por codificação pesada. Projetos de integração manual de ponta a ponta precisam de desenvolvedores que lidem com múltiplas e complexas APIs, e desafios de integração de sistemas on-premise e baseados na nuvem. Como resultado, projetos codificados de forma manual, frequentemente criam um ambiente de integração que é confuso, ineficiente, não escalável e difícil de se fazer manutenção. Além disso, não se limite a apenas uma arquitetura. Você não quer adicionar mais tempo e irritação aos processos ou até mesmo se privar das tecnologias futuras.
  • Não Faça Sozinho: Trabalhe junto com fornecedores experientes. Eles já fizeram isso antes. Peça conselhos. Muitos oferecem serviços profissionais formalmente, evitando que você cometa erros comuns e caros.

Desde que você mantenha a mesma abordagem lógica na integração que você teve em outros projetos que você completou, tudo ficará bem. Eu ajudei centenas de clientes nesses mesmos processos. Após tudo ter sido dito e feito, eles ficaram felizes por terem feito dessa maneira. Você ficará também.

Regev Yativ -  Presidente e CEO Magic Software Enterprises EUA

Regev Yativ – Presidente e CEO Magic Software Enterprises USA

Novo Comentário