Treinamento para Desenvolvedores RIA – Como o crescimento em RIA para negócios abastece o mercado de trabalho

Treinamento para Desenvolvedores RIA – Como o crescimento em RIA para negócios abastece o mercado de trabalho

Glenn Johnson – Senior Vice President – Magic Software Americas –http://unipaas.blogspot.com

Glenn Johnson 400xRich Internet Applications são totalmente interativas como aplicações de software de negócios que são instaladas em um único servidor local e são acessíveis a partir de qualquer estação através da Internet. Aplicações RIA podem ser classificadas em duas grandes classes: baseada em browser e livre de browser.

A necessidade de uma força de trabalho qualificada no desenvolvimento RIA está  gerando a procura por treinamento em uma variedade de linguagens e plataformas de desenvolvimento RIA. Com cerca de 360.000 programadores de aplicações nos Estados Unidos apenas e sendo o RIA uma das áreas mais quentes do crescimento do emprego na indústria de TI, você pode ter certeza de que dezenas de milhares de postos de trabalho – novos e altamente remunerados – serão abertos e exigirão habilidades de programação RIA para os próximos anos. Em uma década, 100.000 programadores com competências para desenvolvimento RIA serão necessários. O problema a meu ver, é que com a maioria dos principais abordagens, as ferramentas e habilidades necessárias para RIA são desnecessariamente complexos e fraturados.

Com a plataforma de aplicações uniPaaS para desenvolvimento RIA, existe um paradigma de desenvolvimento tanto para o lado Server quanto para o lado Client.Com todos os outros você deve aprender pelo menos duas linguagens:  Adobe Air / Flex / Flash / Catalyst; Microsoft Visual Studio (Basic, C#, etc.) / Silverlight; AJAX / JavaScript / Java.

Então eu penso que muitos desenvolvedores consideram que é uma notícia muito boa que o treinamento gratuito para desenvolvedores RIA agora está disponível no centro de treinamento online “Magic University” da Magic Software Enterprises. Departamentos de TI inteligentes terão equipes treinadas como desenvolvedores uniPaaS e evitarão a inevitável escassez de programadores e arquitetos de sistemas com as múltiplas habilidades necessárias para produzir aplicações RIA coerentes.

De acordo com a descrição, o curso Getting Started with uniPaaS Rich Internet Application tem a intenção de ensinar o básico da programação com uniPaaS e Rich Client.

O principal objetivo da formação é que o estudante construa uma Aplicação de Negócios Rich Internet básica. Ao final do curso, o aluno terá concluído um projeto que é  uma aplicação de treinamento que foi desenvolvida especificamente para o curso. Ao trabalhar para a conclusão do projeto de forma prática, o aluno aprende os fundamentos de como o uniPaaS funciona e como programar em uniPaaS.

Isto não é uma sessão leve de treinamento on-line. O curso contém 24 capítulos apresentados em ordem lógica, progredindo de tarefas simples para conceitos avançados. Para ser bem sucedido você deve realmente concentrar-se nas atividades práticas do curso. Ao trabalhar com exemplos e exercícios práticos, você irá descobrir o uniPaaS de A a Z no que se refere às Aplicações Ricas de Internet.

Com este treinamento, você estará se preparando com as habilidades necessárias para o desenvolvimento RIA de aplicações de negócios. Diferente de outras abordagens, você pode tornar-se produtivo mais rapidamente e desenvolver aplicações de modo auto-suficiente. Aqui está o que você pode esperar:

  1. Aprender os fundamentos do uniPaaS e como obter os melhores resultados da ferramenta.
  2. Familiariza-se com a interface do uniPaaS Studio.
  3. Conhecer wizards e utilitários uniPaaS
  4. Entender os conceitos uniPaaS
  5. Entender os padrões uniPaaS
  6. Criar uma aplicação de negócios uniPaaS que:
    • Tem uma interface GUI completa.
    • Trabalha com um banco de dados SQL.
    • Exibe relacionamentos de fonte de dados de um para um e um para muitos
    • Produz relatórios

Os 24 capítulos ou módulos cobrem tópicos envolvendo camada de dados, camada de lógica de negócios, camada de comunicação/transporte e camada de apresentação de sua aplicação.

  1. Introdução
  2. Interface uniPaaS Studio
  3. Seu primeiro programa
  4. Manipulação de dados
  5. Validação de dados
  6. Valores iniciais de configuração
  7. Controlando a aparência dos formulários
  8. Vendo conteúdo de fontes de dados
  9. Centralização de modelagem de objeto
  10. Conceito de Engenharia de aplicações
  11. Eventos
  12. Handlers
  13. Condicionamento de Bloco de Operações
  14. Repositório de Ferramentas de manipulação
  15. Utilitário de procura de referências
  16. Relacionamento de dados um para um
  17. Selecionando dados de uma lista
  18. Relacionamento de um para muitos
  19. Mais sobre o motor de implantação
  20. Relatórios
  21. Relatórios complexos
  22. Processando dados em grupos
  23. Menus
  24. Desenvolvimento da aplicação

Uma das claras diferenças com uniPaaS é sua abordagem dirigida a metadados. Eu penso que esta é uma das razões por que o uniPaaS não exige uma ferramenta adicional de escrita. Quando tudo é baseado em metadados originalmente, no núcleo da plataforma de aplicações, motor e design, então não há necessidade de recriar o alfabeto para se adaptar às novas exigências, como a implantação RIA. Ambos, a arquitetura e o paradigma de desenvolvimento do uniPaaS são centrados em metadados e assim isto permite o tremendo avanço migração da lógica de negócio e simplificação adequada da tarefa de desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.