Reflexões sobre o Mercado Corporativo Móvel Uma Entrevista com Regev Yativ

Sam Green

Sam Green – The Creative and Content Manager at Magic Software.

Ao perceber uma oportunidade jornalística, consegui pegar dez minutos com Regev Yativ, nosso Presidente e CEO para as Américas, que esteve visitando a Magic Software durante sua semana de férias.

Regev esteve dando ênfase em 2009, principalmente nas ofertas de soluções móveis da Magic Software. Abaixo está a transcrição completa de nossa entrevista:

O Mercado Corporativo Móvel – Uma entrevista com Regev Yativ. Por Sam Green.

Regev Yativ

SG: Qual é sua opinião sobre o perfil que o mercado móvel tomará em 2010?

RY: Nós estamos vendo alguns equívocos no mercado móvel onde as pessoas tendem a confundir o “mercado móvel de massa” e o mercado móvel corporativo. O mercado de massa exige um alto nível de interatividade baseada no navegador, AV streaming e uma série de outras funções básicas que nem sempre são relevantes para usuários corporativos. No entanto, uma vez que os dispositivos móveis são hoje tão básicos como pão e manteiga, isso significa que os usuários corporativos estão sendo influenciados mais do que nunca pelo uso e funcionalidades de seus dispositivos e estão procurando  desenvolver novas expectativas no ambiente de trabalho também. Eles estão todos concentrados no que mais podem fazer com seu celular ou PDA.

Portanto, o mercado de massa hoje é mais influenciador do que antes. Devemos, no entanto, lembrar que não é o fim do jogo. Então, quando falamos sobre a oferta móvel da Magic Software, nós estamos nos referindo especificamente a soluções especialmente desenhadas para empresas.

SG: O que a Magic Software tem a oferecer de diferente?

 

RY: Eu acredito que a beleza de nossa oferta é a sua simplicidade. O cliente móvel uniPaaS de que  estamos falando hoje é simplesmente um modo de implementação adicional de uma outra forma de Rich Internet Application (RIA) desenvolvida em uniPaaS. Esta é uma das maiores vantagens que a Magic Software tem para oferecer hoje. Como um cliente Magic, isso significa que você pode pegar um único bloco de código que você inicialmente pretendia entregar como uma aplicação RIA padrão, e entregar aquele mesmo código, com algumas modificações, como uma aplicação móvel. Isso sempre exige algumas alterações de programação (como o redimensionamento da tela, ajustando a apresentação, etc) contudo; o nível de modificações necessárias é menor quando você trabalha no ambiente de desenvolvimento uniPaaS. Esta é a grande notícia para todos os operadores que buscam transferir suas aplicações para dispositivos móveis de forma rápida e sem problemas.

SQ: O que isso significa na prática para as empresas lá fora?

 

RY: Praticamente isso significa que se eu tiver uma força de trabalho móvel em um ambiente corporativo, ou trabalhadores baseados em locais remotos, ou equipes longe do escritório, com diversos smart phones e PDAs que estão sendo operados de qualquer lugar no mundo, agora posso integrar estes trabalhadores em meu pool de recursos da empresa e explorar estes recursos de forma integrada, como se estivessem sentados ao lado.

Como  exemplo, se você é um engenheiro de campo, e você é enviado para o Texas para corrigir uma bomba de óleo no meio do nada, pode ser muito difícil ter conectividade com sua empresa de uma forma convencional. Também pode ser ser impraticável usar computadores padrão e laptops. Nesta situação você poderia agora transformar seu telefone móvel ou smart phone e utilizar um cliente mobile uniPaaS para se conectar e utilizar totalmente as funcionalidades de seu aplicativo empresarial como se você nunca tivesse saído do escritório.

E claro, é preciso lembrar que este nível de serviço imediato é valioso para o cliente. Como se  pode imaginar, cada hora que a bomba de óleo está fora de operação custa milhões em danos e perda de receitas.

SG: Qual é o seu principal foco para 2010 além das soluções móveis?

 

RY: Atualmente, Magic Software já está implantada no ambiente Windows CE/mobile para vários clientes. Temos também um número de clientes que agora analisa esta opção para implantação em 2010.  Junto com isto, estamos planejando chegar ao mercado nos primeiros trimestres de 2010 com modelos e funcionalidade web específicos para as plataformas móveis mais comuns como Blackberry e iPhone. Considerando que a maioria das empresas nos Estados Unidos roda Blackberry e na maior parte executam servidores corporativos Blackberry também, nossa principal estratégia para este ano será investir no aperfeiçoamento de nossa oferta corporativa Blackberry.

A agilidade de nossa plataforma unitária uniPaaS combinada com a camada de integração que o iBOLT traz terá um papel fundamental na realização do tipo de soluções especializadas que os usuários do Blackberry e outras plataformas móveis estão buscando em campos que vão desde a indústria pesada ao governo, autarquias locais e setores corporativos.

SG: Digam-me sobre como a suite de integração iBOLT da Magic Software está sendo utilizada para melhorar a experiência móvel para clientes corporativos?

 

RY: Uma das vantagens exclusivas da Magic Software é o fato de termos uma tecnologia multi-camadas sem igual. No front-end, ela toma a forma da plataforma de aplicativos uniPaaS que lhe permite, de forma rápida e rentável, construir e implantar seu aplicativo móvel como discutimos anteriormente. No back-end, toma a forma da suite de integração de negócios iBOLT que permite integrar sua aplicação móvel com uma série de outras aplicações na empresa.

Ao vincular o desenvolvimento e a entrega de aplicativos móveis com a integração de aplicações corporativas, muitos de nossos clientes agora são capazes de otimizar e racionalizar suas operações. Como resultado, eles podem explorar melhor os recursos fora do escritório, e tudo isso funciona para economizar uma enorme quantidade de dinheiro bem como criar novas oportunidades de negócios.

Uma das principais mensagens que nós estamos tentando entregar em matéria de mobilidade é que não é suficiente converter ‘dado’ em ‘informação’. Também é fundamental que você tenha o máximo de acessibilidade a esta informação – permitindo aos decisores tomar decisões mais precisas em tempo real.

Para resumir, nossa estratégia é ajudar nossos clientes a alcançar todo o seu potencial de ‘mobilidade da informação’ – de ambas as pontas da empresa, da gestão empresarial para a tomada global de decisões à força de trabalho para permitir um melhores operações e serviços ao cliente.

Em uma nota pessoal, a partir da interação constante que temos com os clientes, parceiros e analistas, não temos dúvida de que o mercado corporativo móvel irá explodir nos próximos anos e nós estamos muito animados por estar em uma posição onde podemos oferecer e entregar em fases, todas as soluções necessárias para suportar isso.

SG: Obrigado por seu tempo e esperamos  ouvi-lo novamente ao longo do ano.

 

RY: Obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.