Desenvolvendo Aplicações Versáteis com o uniPaaS da Magic Software

Sam Green – The Creative and Content Manager at Magic Software.

Um grande número de pessoas têm perguntado que tipo de aplicações o uniPaaS pode desenvolver. Bem, a resposta é: muitos tipos!

uniPaaS é uma plataforma de aplicações altamente versátil (nota – não é uma linguagem de programação – mais sobre isso abaixo) que pode entregar virtualmente qualquer tipo de aplicação, front-end ou back-end.

Você pode desenvolver aplicações client desktop, aplicações web baseadas em browser, serviços como web services SOAP, serviços J2EE, ou mesmo servidores COM locais.

Você pode desenvolver aplicações RIA tanto para desktop quanto para dispositivos móveis. Aplicações RIA são aplicações desktop totalmente funcionais que são entregues na internet e trabalham sobre uma conexão HTTP com um servidor da empresa. Aplicações RIA são instaladas automaticamente e são atualizadas automaticamente sempre que as atualizações estão disponíveis.

Aqui estão alguns screen-shots para ilustrar:

Aplicação uniPaaS RIA rodando em um telefone Windows Mobile:

Aplicação uniPaaS RIA baseada em um framework .NET e entregue na internet:

Uma aplicação baseada em browser HTML, que você distribui apenas via browser:

Uma aplicação uniPaaS Cliente/Servidor baseado em Windows, que é entregue em uma rede local:

O fato do uniPaaS ser uma “plataforma” ao invés de simplesmente uma “linguagem de programação” significa que ela oferece facilidades de desenvolvimento potentes e versáteis que são mais estreitamente relacionados com a  lógica de negócios reais. E isso não exige que o desenvolvedor acesse diretamente as APIs de baixo nível da infraestrutura.

Esta versatilidade da plataforma vem de um projeto “information-centric” que possui um motor metadados especialmente desenvolvido para isso (white paper sobre o assunto aqui). Este motor fornece recursos e funcionalidades especialmente para obter  informações de negócios, sejam operacionais, financeiras ou de gestão, ao contrário de muitas outras ferramentas que são mais genéricas no escopo, e portanto, menos focadas na “informação”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.