Instalando e Configurando o SystInet (WSO2 SESJ)

Instalando e Configurando o SystInet (WSO2 SESJ)

Revisão: 2015-01-15

SSJ_Logo

Nas soluções Magic xpa e Magic xpi, toda a interface com webServices SOAP é realizada com o auxílio de um framework  adicional (de terceiros), chamado Systlnet (popular SSJ).

O Magic xpa até tem uma solução alternativa (veja aqui), mas ela é mais limitada e não oferece vários dos recursos presentes no SSJ, como acessar webServices via protocolo HTTPS.

SSJ é instalado/configurado automaticamente pelo mesmo instalador do Magic, desde que você assinale a opção “Web Services FrameWork”, e que a variável %WASP_HOME% do sistema operacional não exista:


Mas, você pode querer (ou precisar) fazer esta instalação/configuração manualmente. E é sobre isso que falaremos a partir de agora.

O SSJ foi adotado a partir do eDeveloper 10 e do iBOLT 3.0.

Até o uniPaaS 1.9eiBOLT 3.2sp1b, o SSJ instalado era o 6.5.2.  A partir do uniPaaS 1.9giBOLT 3.2sp2, SSJ utilizado é o 6.6, incluindo as atuais versões de Magic xpa e Magic xpi.

Os pacotes de instalação do SSJ são disponibilizados dentro de um único arquivo .JAR.

Você pode baixá-los deste endereço:

SSJ 6.5.2 = systinet-server-java-6.5.2.jar

SSJ 6.6wso2-soa-enablement-server-java-6.6.jar

SSJ é um framework JavaPor isso, é necessário ter o Java Development Kit ( JDK ) e o Java Runtime Environment ( JRE ) na mesma máquina onde ele será instalado.

SSJ 6.5.2 exige o Java 5 (1.5.0_04 ou +). Já o SSJ 6.6,Java 6 (1.6.0_21 ou +). JDK/JRE pode ser obtido a partir do site da OracleMas também estão disponíveis aqui:

JDK1.5.0_04 e JDK1.6.0_43.

Nota: mesmo no Windows 64 bits, você necessita instalar o Java 32 bits.

Uma vez que instalamos o JDK (e também o JRE), duas variáveis do sistema operacional precisam ser corretamente configuradas: JAVA_HOME = pasta onde o JDK foi instalado:

PATH = Deve ter o caminho %JAVA_HOME%\bin incluído em sua lista:

Para conferir se a instalação ficou correta, e qual a versão do Java está disponível, você pode executar os comandos: Java – version JavaC – version:

Além do SSJ e do Java (JDK/JRE), também é necessário ter os scripts de instalação.

Eles são arquivos de texto (.TXT) e estão disponíveis nestes endereços:

SSJ 6.5.2 e SSJ 6.6.

De posse de todos os pré-requisitos (Java + SSJ + Script), vamos então ao trabalho.

A partir de agora, estaremos falando apenas do SSJ 6.6. Mas para o SSJ 6.5.2, é exatamente a mesma coisa.

Instalando

Copie o pacote do SSJ (arquivo .JAR)  e o script de instalação (arquivo .TXT), para uma pasta temporária qualquer:

Este scrip precisa ser editado, e duas chaves devem ser alteradas:

dname= Nome da máquina onde está sendo feita a instalação. Melhor não utilizar “localhost” ou número de “IP”,  pois na instalação será gerado um certificado digital para este servidor, com o nome da máquina. E se as informações não forem iguais, alguns conflitos durante a execução podem ocorrer.

installation.destination= Pasta onde deseja instalar o SSJ. Observe o uso da “/” (estilo Unix).

Outras chaves que você talvez possa querer alterar são aquelas que definem as portas de conexão do SSJ:

http.port= Porta HTTP (default: 6060).

ssl.port= Porta HTTPS (default: 6443).

Você poderia, por exemplo, instalar o SSJ nas portas 80 (HTTP) 443 (HTTPS) em um servidor que é público na internet.

Ajustado o script, você deve executar o comando:

java -jar "<caminho_completo_JAR>" --use-config "<caminho_completo_SCRIPT>"

e a instalação terá início (demora um pouco):

Um login para administração do SSJ é criado, com os valores padrões:

Usuário = admin

Senha = changeit

Se preferir, você pode digitar apenas:

java -jar "<caminho_completo_JAR>"

e realizar estas configurações todas através da interface UI do instalador do SSJ:

SSJ_Install_UI

Após este passo é necessário criar uma variável no sistema operacional, chamada WASP_HOME.  Ela deve apontar para a pasta onde o SSJ acabou de ser instalado:

Executadas estas tarefas, o SSJ já está instalado:

Porém, ele ainda não consegue se comunicar com o Magic (xpa xpi). É necessário completar a segunda parte do processo: a configuração.

Configurando

Devido as mudanças internas no Magic xpa e Magic xpi,  de versão para versão, as configurações não são exatamente iguais, embora muito parecidas.  Atualmente, temos 5 opções diferentes de configuração.

Vejamos quais são elas:

eDeveloper10, uniPaaS (todos), iBolt (todos) e Magic xpi (até a versão 3.4)

Primeiro, é preciso ir até a pasta “support” da instalação do Magic (xpa ou xpi) e copiar alguns arquivo .JAR para a pasta %WASP_HOME%lib:

 

Depois, é preciso realizar algumas alterações nos arquivos “server.bat” e “InstallService.bat” que estão na pasta %WASP_HOME%\bin:

No arquivo “server.bat”:

A) Colocar os comandos abaixo, logo após a linha que tem o label “:winnt”

set JAVA_HOME=<pasta do JDK>
set WASP_HOME=<pasta do SSJ> 
set JAVA_CMD=<pasta do JDK>\bin\java 
set BUILD_FILE=build-default.xml

B) Após os comandos acima, e ANTES do comando “CALL <…> \env.bat”, acrescentar:

set WASP_CLASSPATH=%WASP_CLASSPATH%;%WASP_HOME%\lib\uniSSJ.jar;%WASP_HOME%\lib\uniRequester.jar;%WASP_HOME%\lib\saaj_utils.jar;

C) Na linha que inicia com “%JAVA_CMD%”, precisa inserir o argumento:

"-Djava.library.path=<Pasta Magic Home>"

entre os argumentos já existentes. <Pasta Magic Home> é a pasta da instalação do Magic (xpa ou xpi), onde reside o arquivo “mgreq.ini”.  É através das configurações neste arquivo (mqreq.ini) que o SSJ localiza o Magic Broker, para retransmitir as chamadas que ele receber, direcionadas ao Magic Server (xpa ou  xpi).

Este argumento deve ser inserido ANTES do argumento “-Dtorun=com.idoox.wasp.server.Main” e APÓS o argumento %WASP_PROPS% -cp “<…>”.

No arquivo “InstallService.bat”:

A) Colocar os comandos abaixo, logo após a linha que inicia com “@echo off”

set JAVA_HOME=<pasta do JDK> 
set WASP_HOME=<pasta do SSJ>
set JAVA_CMD=<pasta do JDK>\bin\java
set BUILD_FILE=build-default.xml

B) Na linha que inicia com “WaspService.exe”, precisa inserir os argumentos:

"-Djava.class.path=%WASP_HOME%\lib\wasp.jar;%CLASSPATH%;" "-Djava.class.path=%WASP_HOME%\lib\wasp.jar;%WASP_HOME%\lib\uniSSJ.jar;%WASP_HOME%\lib\uniRequester.jar;%WASP_HOME%\lib\saaj_utils.jar;%CLASSPATH%;"

e

"-Djava.library.path=<Pasta Magic Home>" 

entre os argumentos já existentes. <Pasta Magic Home> é a pasta da instalação do Magic (xpa ou xpi), onde reside o arquivo “mgreq.ini”. Estes argumentos devem ser inseridos ANTES do argumento “-Dwasp.location=%WASP_HOME%” APÓS o argumento “-Dwasp.config.location=conf\serverconf.xml”.

Se você desejar que o SSJ rode como um “serviço”, você deve executar este programa (%WASP_HOME%\bin\InstallService.bat) uma vez, para instalar o seu serviço.

Este é o procedimento normal nos ambientes de produção.

Do contrário, você deverá sempre usar os atalhos do menu “Iniciar” para subir e interromper o SSJ Server. 

Este é o procedimento normal nos ambientes de desenvolvimento.

Caso você tenha optado por instalar o SSJ em portas diferentes do padrão (6060 e 6443), ou mudado o login, precisará fazer um último ajuste no arquivo MAGIC.INI do Magic:

No xpi:

No xpa:

Pronto. Instalação e configuração concluídas, a infraestrutura para consumo e provimento de webServices SOAP do Magic (xpa e xpi) já está montada.

Um último detalhe: em ambientes de desenvolvimento, é normal que existam várias versões do Magic (xpa e xpi) instaladas. Sempre que se instala uma nova versão, e se escolhe no instalador a opção de incluir também o SystInet, ele (o instalador) vai até estes dois arquivos (“%WASP_HOME%\bin\server.bat” e “%WASP_HOME%\bin\InstallService.bat”) e altera-os para apontar para o ambiente do último Magic instalado, pois o SSJ só pode integrar-se a um Magic (xpa e xpi) de cada vez. Se esta é a sua realidade, lembre-se sempre de revisar estes dois arquivos após cada nova instalação.

Magic xpa (todos)

É praticamente a mesma anterior, exceto que os compoentes JAR agora se chamam MgSSJ.jarMgRequester.jar (ao invés de uniSSJ.jar e uniRequester.jar). Assim, a variável %WASP_CLASSPATH% fica desta maneira:

set WASP_CLASSPATH=%WASP_CLASSPATH%;%WASP_HOME%\lib\MgSSJ.jar;%WASP_HOME%\lib\MgRequester.jar;%WASP_HOME%\lib\saaj_utils.jar;

xpa1

Este ajuste deve ser repetido também no arquivo “InstallService.bat”:

xpa2

Magic xpi (4.0)

Depois de realizar as configurações tomando como base o Magic xpi 3.4, alguns ajustes adicionais são necessários devido a substituição do Magic Broker pelo GigaSpaces.

Alguns novos componentes JAR devem ser copiados para a pasta %WASP_HOME%.

Baixe estes novos componentes deste endereço, e atualize as pastas %WASP_HOME%\lib e %WASP_HOME%\conf de acordo.

Algumas configurações também sofreram alterações no arquivo “server.bat“.

Na linha “set WASP_CLASSPATH“, defina-a com o seguinte conteúdo:

set WASP_CLASSPATH=%WASP_CLASSPATH%;%WASP_HOME%\lib\uniSSJ.jar;%WASP_HOME%\lib\uniRequester.jar;%WASP_HOME%\lib\saaj_utils.jar;%WASP_HOME%\lib\mgxpi-commons.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\com.springsource.org.aopalliance-1.0.0.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\commons-logging.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\dsl.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\gs-openspaces.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\gs-runtime.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.aop-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.asm-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.aspects-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.beans-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.context.support-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.context-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.core-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.expression-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\org.springframework.transaction-3.1.1.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\mgxpi-gs.jar;

Na linha que se inicia com “%JAVA_CMD%”, logo após a nossa configuração “-Djava.library.path=<Pasta Magic Home>”, devemos adicionar também:

"-Dcom.magicsoftware.xpi.SpaceName=MAGIC_SPACE" "-Dcom.magicsoftware.xpi.LookupGroupName={LOOKUP_GROUP_NAME}" "-Dcom.magicsoftware.xpi.LookupLocators="

A configuração final ficará mais ou menos assim:

Onde “{LOOKUP_GROUP_NAME}” é uma informação específica da instalação corrente do GigaSpaces, e pode ser obtida no arquivo MAGIC.INI, seção [MAGICXPI_GS].

Estes ajustes também devem ser aplicados no arquivo “InstallService.bat“:

Magic xpi (4.0a)

Praticamente a mesma configuração do Magic xpi 4.0, sendo que o conteúdo dos componentes JAR estão mais atualizados.

Baixe estes novos componentes deste endereço, e atualize as pastas %WASP_HOME%\lib e %WASP_HOME%\conf de acordo.

Algumas configurações também sofreram alterações no arquivo “server.bat” e “InstallService.bat“.

Devemos remover a configuração “-Dcom.magicsoftware.xpi.SpaceName=MAGIC_SPACE” “-Dcom.magicsoftware.xpi.LookupGroupName={LOOKUP_GROUP_NAME}” “-Dcom.magicsoftware.xpi.LookupLocators=” e substituí-la por:

"-Dcom.magicsoftware.requester.conf=<Pasta Home Magic>\mgreq.ini"

40a_1

<Pasta Home Magic> é a pasta onde o Magic xpi está instalado. Na versão 4.0a, os dados de conexão com o GigaSpaces são extraídos do arquivo MGREQ.INI desta pasta, e não mais da linha de comando do Java.

Este ajuste deve ser repetido também no arquivo “InstallService.bat”:

40a_2

Magic xpi (4.1)

Praticamente a mesma configuração do Magic xpi 4.0a, sendo que o conteúdo dos componentes JAR estão mais atualizados e com outros nomes.

Baixe estes novos componentes deste endereço, e atualize as pastas %WASP_HOME%\lib e %WASP_HOME%\conf de acordo.

Como houve mudança nos nomes de alguns JARs, ajustes no arquivo “server.bat” e “InstallService.bat” também são necessários.

Na linha “set WASP_CLASSPATH“, defina-a com o seguinte conteúdo:

set WASP_CLASSPATH=%WASP_CLASSPATH%;%WASP_HOME%\lib\uniSSJ.jar;%WASP_HOME%\lib\uniRequester.jar;%WASP_HOME%\lib\saaj_utils.jar;%WASP_HOME%\lib\mgxpi-commons.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\com.springsource.org.aopalliance-1.0.0.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\commons-logging-1.1.3.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\gs-openspaces.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\gs-runtime.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-aop-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-aspects-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-beans-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-context-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-context-support-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-core-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-expression-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\spring-tx-3.2.4.RELEASE.jar;%WASP_HOME%\lib\GigaSpaces\mgxpi-gs.jar;

41_1

O arquivo “InstallService.bat” também deve ser ajustado, na linha que se inicia com  “WaspService.exe”, com referência a esta lista de componentes JAR:

41_2


Existe também uma documentação adicional no Magic Community, a respeito destes procedimentos todos.

 

Manoel Frederico Silva – Gerente de Produto e Evangelista de Tecnologia – Magic Brasil

Manoel Frederico Silva – Gerente de Produto e Evangelista de Tecnologia – Magic Brasil

Para receber os artigos do Blog Magic Brasil em primeira mão no seu email registre-se aqui

Comentários1 Comment

  1. Atualizado para o Magic xpi 4