Aplicações RIA Mobile em Background

Neste post anterior, falamos a respeito de como controlar a sessão (contexto) de um client RIA Magic, devido a possibilidade de inatividade da sessão no sistema (servidor).

É uma técnica útil para os casos em que o client simplesmente finaliza sem informar ao server do seu encerramento.

Nos casos de um client RIA Mobile, existe também outra (nova) situação.

O usuário (por hábito) não fecha a sua aplicação. Ele simplesmente troca para outra e deixa a que estava para trás, executando em modo “background”.

E embora possa significar que ele finalizou o que queria com esta app, na prática ele permanece sendo um usuário (client) conectado, e com contexto ativo (consumindo uma licença).

Para lidar com isso, o Magic inclui em seu arquivo “MAGIC.INI” (na seção [MAGIC_ENV])  uma chave de configuração chamada: ContextUnloadTimeout.

É um parâmetro, expresso em décimos de segundos, que regula o tempo máximo de espera de cada contexto (client conectado) quando o client RIA Mobile vai para “background”. Se o client ficar mais que este tempo definido sem retornar para “foreground”, seu contexto será liberado automaticamente (e sua licença também).

Se estiver configurado como 1200, por exemplo, qualquer client em execução que não for restaurado como aplicação ativa do Smartphone ou Tablet, em até 2min, terá sua sessão eliminada.

Manoel Frederico - Gerente de Produto e Magic Evangelista
Manoel Frederico – Gerente de Produto e Magic Evangelista

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.