Pense fora da caixa e prepare sua empresa para o crescimento.

Não é novidade que as áreas de TI das empresas têm passado por uma forte transformação nos últimos anos. Ao invés de gestores capazes de garimpar gênios da computação no mercado de trabalho, as empresas preferem os profissionais capazes de avaliar e trazer para a mesa de negociação os melhores players do mercado.

Se pra você, isso faz pouco ou nenhum sentido, reflita diante da pergunta: Qual é a natureza do seu negócio? É desenvolvimento de software? Se a resposta é negativa, não faria mais sentido preocupar-se em buscar fornecedores que permitam otimizar a cadeia produtiva, produzir um melhor controle das regras fiscais ou mesmo gerir melhor o patrimônio?

shutterstock_100605349

Afinal, para estas e muitas outras finalidades, existem muitas empresas especializadas nas mais diversas categorias e verticais de mercado, prontas para impulsionar o seu negócio para resultados mais elevados, calcados em uma gestão mais eficiente.

Definido que este é o caminho, ainda resta um real obstáculo para colocar a metodologia em prática. Falta uma infra estrutura tecnológica que suporte estes diversos cenários, porque nada é mais desanimador para as áreas de negócio que ter a solução dos sonhos vetada por incompatibilidade tecnológica. Desculpem-me os céticos, mas isso em nada interessa para as áreas de negócios!  Já ouviu falar da expressão “think out of the box”? Isso mesmo, pensar fora da caixa é desviar o foco do problema e pensar nas possíveis soluções que viabilizem o tão sonhado objetivo.

Dentre as infra-estruturas necessárias, está o barramento de integração ou ESB (Enterprise Service Bus). Formado por componentes reutilizáveis, IDE’s gráficas, camadas de gerenciamento e documentação de processos, essa plataforma cria um ambiente de alta produtividade para comunicação entre aplicações e respostas rápidas à mudanças na velocidade que o negócio exige. Teve uma recaída e pensou no “bom e velho” desenvolvimento de código? Pense novamente, pois lá no fundo você sabe que está escolhendo um caminho direto para complicar sua vida, tornando-se gargalo nas infindáveis manutenções de integração ou mantendo recursos que mais cedo ou mais tarde viram um passivo indesejável, mas impossível de se livrar pela complexidade do cenário.

Tenha em mente que o processo de amanhã não será o mesmo de hoje, pois o mercado muda constantemente seu comportamento de consumo, exigindo maior rapidez e agilidade em todos os processos e cabe a TI prover um ambiente amigável para manter a roda girando!

André Renato Ramos - Negócios e Canais
André Renato Ramos – Negócios e Canais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.