Magic xpa RIA iOS® - Primeiros Passos - Parte II

Magic xpa RIA iOS® – Primeiros Passos – Parte II

Neste post anterior, falamos a respeito de como rodar o Client RIA Magic xpa para iOS (iPhone/iPod Touch/iPad), em emuladores.

Agora, vamos ver como fazer isso usando dispositivos reais.

Primeiro, antes de tudo, para estes casos é necessário estar cadastrado na Apple como um desenvolvedor iOS. Para testar o Magic xpa apena nos emuladores, este passo não era necessário.

Resumidamente, existem dois tipos de publicação de apps (o Magic xpa RIA Client é uma app do iOS):

  • App Store
  • Enterprise (ou Ad-Hoc)
Neste post, vamos falar apenas da opção “Ad-Hoc“. A opção “App Store ficará para um próximo.
Dica: O cadastro básico de desenvolvedor (R$ 99,00 / ano) dá direito a registrar até 100 dispositivos (iPhone/iPad ou iPod). Entre solicitar o cadastro e ele ser aprovado, pode levar alguns dias. Não deixe para fazer isso meia hora antes de entregar sua aplicação.
Ok. De posse de sua conta (login e senha) de desenvolvedor iOS, vamos às tarefas.

Criando o client Magic xpa RIA iOS® – Ad-Hoc

As dica abaixo são baseadas nos procedimentos contidos no portal da Apple:

 

 1 – Pegue o dispositivo (iPad/iPhone/iPod) e conecte-o ao computador Mac.

2 – Tal qual descrito no post anterior, abra o projeto do Magic xpa para iOS no Xcode:

Lembre-se que é apenas para abrir, sem alterar o código dos arquivos que compõem o projeto.

3 – No canto superior direito do Xcode, acesse o Organizer:

 4 – O dispositivo conectado será detectado e listado no grupo Devices:

 No canto inferior esquerdo, você deve clicar em Add to Portal:

5 – Durante esta etapa, será detectado que você ainda não possui os certificados digitais necessários, e será solicitada a permissão para criá-los. Confirme:

 

6 – Finalizada a criação dos certificados e o upload do dispositivo, será criado um Provisioning Profile:

 

7 – É necessário também, selecionar o dispositivo no XCode e clicar em Use for Development:

Com estes passos, o dispositivo já constará como registrado no Provisioning Portal da Apple, no seu login:

8 – O próximo paso é acessar o TARGET do projeto, através do XCode. Nele, além de outros detalhes, há uma seção chamada Code Signing:

Aqui, é preciso selecionar o Provisioning Profile que foi criado no passo #6, pois o original que está definido no projeto é o que veio da MSE, e não vale para este ambiente.

9 – A seguir, no XCode, devemos mudar o esquema de criação. Originialmente (no post anterior) estava definido para um dos emuladores. Agora, devemos selecionar o dispositivo desejado:

10 – O próximo passo é compilar e empacotar (arquivar) o projeto. Isso é feito no menu: Product -> Build for -> Archivingdo XCode:

Em seguida, execute o menu Product -> Archive 

11 – Feito isso, retornando ao Organizer, no grupo Archives constará o pacote do nosso projeto. Você deve agora clicar em Distribute:

12 – Escolha (no nosso caso) a opção Enterprise/Ad-Hoc:

 13 – E por fim, o nome e local onde deseja salvar o arquivo da app (.IPA):

 

Pronto! A aplicação (.IPA) do Client RIA Magic xpa está criada.

 

Instalando  o client Magic xpa RIA iOS® – Ad-Hoc

O procedimento de instalação é muito simples e feito via iTunes.

1. Copie o app do Magic xpa (.IPA) para a pasta “Aplicativos do iTunes:

2. Conecte o dispositivo e sincronize os aplicativos:

Pronto! A aplicação (.IPA) do Client RIA Magic xpa está instalada, e pronta para uso:

 

 E o princípio de execução é o mesmo: ao acionar este módulo (nativo do SO), ele entra em comunicação com o Magic xpa RIA Server (via HTTP) para transferir os dados e as regras de negócio.

 

Considerações Adicionais

É possível também criar a app para um dispositivo, sem que ele esteja fisicamente conectado ao computador (Mac).

Para isso, proceda da seguinte forma:

1. Obtenha o ID único do dispositivo que deseja autorizar.

2.Faça logon no Provisioning Portal da Apple (na web), e na pasta Devices, clique em Add Devices:

3. Informe o Nome e ID do dispositivo, e clique em Submit:

 

Com isso, o novo dispositivo constará na sua lista (e diminuirá de seu total máximo de 100):

 

Observe que a coluna Profiles para este novo dispositivo está zerada.

4. Voltando ao XCode, Organizer, Devices, vá até o Provisioning Profile e clique em Refresh:

 

5. As informações serão atualizadas, e você poderá verificar no Provisioning Portal que o novo dispositivo já foi adicionado ao Provisioning Profile:

 

 

Daí em diante, é necessário apenas repetir os passos #10 ao #13, e uma nova app (arquivo .IPA) será gerada.

Observe que esta nova app não rodará apenas no novo dispositivo informado, mas em todos que estão listados no Provisioning Portal.

Dica: Remover um dispositivo da lista não abre espaço para um novo. O total de 100 só diminui à medida que novos vão sendo registrados.

 

Manoel Frederico - Gerente de Produto e Magic Evangelista

Manoel Frederico – Gerente de Produto e Magic Evangelista

 

Tags:

Novo Comentário