Aplicações Móveis para o Ambiente de Trabalho – Uma Estratégia Corporativa para o Sucesso

Sam Green – The Creative and Content Manager at Magic Software

Um site muito útil, V3.co.uk recentemente postou um artigo interessante, que pesquisou um grupo de CIO’s sobre suas idéias a respeito de aplicações móveis no local de trabalho.

Os CIOs observaram que os funcionários das empresas estão cada vez mais trazendo seus próprios smartphones e dispositivos de mão para o ambiente de trabalho, confirmando uma tendência que nós já sabíamos – que as aplicações móveis do consumidor acabarão por convergir ou, pelo menos, se sobrepor substancialmente com aplicações móveis corporativas.

Os CIO´s também concordaram que as empresas deveriam agora considerar pegar componentes de aplicações maiores e desenvolver aplicações móveis especializadas para tarefas específicas.

Não é tão simples quanto parece…

Entretanto, construir um front-end para a maioria das aplicações móveis é freqüentemente a parte mais simples do processo. O desafio é, ao invés disso, conectar de forma eficiente e eficaz esta interface de transação do front-end para os sistemas corporativos de retaguarda. Sem esta integração, os funcionários terão suas novas aplicações muito limitadas no alcance e no escopo das tarefas.

Por exemplo, um típico negócio no setor de produção ou distribuição pode optar por usar uma aplicação móvel para ajudar a equipe a receber e processar rapidamente os pedidos de entregas de peças.

Entretanto, os passos ‘intermediários’ exigem integração automática e em tempo-real com várias aplicações e sistemas de retaguarda:

  1. A requisição da peça tem que ser validada com o sistemas ERP da empresa para determinar a disponibilidade de estoque.
  2. Então uma expedição deve ser feita e uma fatura emitida do sistema back-end.
  3. Os detalhes do serviço ao cliente também devem ser atualizados no sistema de CRM da empresa e este deverá ser sincronizado com o sistema ERP.
  4. Só depois de tudo isso, a informação precisa de entrega pode ser enviada para o cliente.

Veja como o mesmo processo é realizado utilizando a nossa plataforma de aplicações uniPaaS para a construção de uma aplicação front-end móvel, e o iBOLT Integration Suite trabalhando  para amarrar estes dados do front-end para os sistemas back-end na empresa:

Para garantir que estes processos e sistemas interajam de forma harmoniosa e rápida com o front-end da aplicação móvel, empresas e fornecedores de software dispositivos móveis tradicionalmente integram suas aplicações móveis e outras aplicações corporativas utilizando desenvolvedores qualificados e programação como Java, TCL, Pyton e outros.

Uma alternativa é o uso de ferramentas de integração baseadas em metadados que irão automatizar e sincronizar uma aplicação móvel com as diversas outras aplicações da empresa utilizando um único conjunto de habilidade que pré-programa muitas das tarefas comuns e repetitivas de desenvolvimento que de outra forma exigem codificação manual.

O que vem primeiro: tecnologia ou  processo?

Além disso, os desenvolvedores de aplicações móveis nas empresas de hoje são confrontados com um dilema do ovo e da galinha: Eles deveriam primeiro escolher uma plataforma de aplicações de negócios móvel e então detalhar suas necessidades de negócio de acordo com o que é possível naquela plataforma? Ou deveriam mapear as necessidades de negócios e então decidir sobre uma plataforma móvel que melhor pode atendê-los naquelas necessidades?

A verdade é que a combinação das duas abordagens é necessária. Uma análise inicial de alto nível dos requisitos é essencial para a realização de uma estratégia móvel eficaz. Mas a especificação do que você pode realizar será importante para os detalhes de seus processos de negócios.

  • Se facilidade de desenvolvimento é importante para seu departamento de TI, inclua este fator em sua seleção de uma plataforma de aplicações móveis.
  • Se o tempo de conclusão é um critério importante, coloque este fator em seleção de plataformas. Se estabilidade da plataforma e segurança são requisitos chave, eleve estes ao escolher sua plataforma.

Depois de ter selecionado provisoriamente uma plataforma, você pode ser capaz de envolver serviços profissionais do fornecedor para ajudá-lo a desenvolver requisitos de negócio detalhados que melhor refletem as capacidades dessa plataforma.

A boa notícia é que estão disponíveis no mercado hoje plataformas de aplicações de negócios móveis orientadas a metadados que irão ajudá-lo a alcançar uma ótima convergência de suas estratégias de TI e de negócios e entregar o tipo altamente procurado de solução de negócios que os usuários esperam das empresas e, ao mesmo tempo, preservar a segurança e integridade de suas práticas de negócios de TI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.