A beleza na simplicidade: Servidor “TCP” com o Magic xpi

Veja como iniciar processos de integração com Magic xpi Server atuando como “Servidor TCP”

Salesforce, ServiceMax, SAP R/3, SAP B1, REST, SOAP, HTTP, Dynamics, Exchange, Sugar, Sharepoint, JDE, MQTT e vários outros…

 

São tantos os componentes de APIs e protocolos que estão disponíveis no Magic xpi para formar um barramento robusto (ESB) de integração, conectividade e automação, que podemos esquecer que as opções “mais simples” também estão lá, disponíveis para nós.

 

É perfeitamente possível, e viável, iniciarmos a executar fluxos de integrações a partir de uma simples conexão TCP/IP. Com qualquer formato de mensagem (textual ou binária).

Vamos ver como é simples.

 

Iniciamos com a definição de um Serviço, que tem por objetivo definir a porta TCP de escuta:

*Nota: Neste exemplo, a porte de escuta é a 7171. Essas portas devem sempre ser liberadas no firewall, quando necessário, especialmente para receber conexões de outras máquinas

 

Feito isso, ligamos este serviço a uma Trigger TCP em algum dos fluxos de integração:

 

Neste formato, estamos dizendo que sempre que um cliente (software) estabelecer um conexão até a porta de escuta, este fluxo deve ser executado imediatamente.

 

As opções de configurações são:

Message In = Uma variável BLOB do projeto, para receber os dados (qualquer formato) que o cliente transmitiu

Return Value = Uma variável BLOB do projeto, com os dados (qualquer formato) a devolver ao cliente

Processing Mode = Quando é “Sync“, a Trigger TCP espera até o fluxo terminar (completar sua execução), para encerrar a transmissão e devolver a resposta definida em “Return Value”. Quando é “Assync“, o fluxo apenas inicia e a Trigger TCP já encerra a transmissão (antes do fluxo completar), sem devolver nenhuma resposta. Este modo pode ser utilizado para comunicações no estilo “Fire & Forget“.

 

Quando executamos um projeto de integração com este tipo de configuração, o Magic xpi Server automaticamente inicia uma escuta na porta TCP que foi definida no serviço:

 

Diretamente, sem passar por outros módulos.

E quando um cliente (software) estabelece uma conexão neste endereço ( servidor:porta ), o fluxo de integração associado a esta Trigger TCP executa automaticamente:

 

Se a Trigger TCP foi ajustada para o modo “Sync“, ao final da execução a resposta retorna ao cliente:
Siga ligado no Blog, para mais discas sobre o Magic xpi.
Manoel Frederico Silva – Gerente de Tecnologia e Evangelista MAGIC – Magic Brasil
Manoel Frederico Silva – Evangelista MAGIC – Magic Brasil

 

Para receber os artigos do Blog Magic Brasil em primeira mão no seu email, registre-se aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.