Utilizando EDI com ERPs

Rodney Repullo - CEO Magic Software Brasil
Rodney Repullo – CEO Magic Software Brasil

Utilizar EDI com ERPs (CIGAM, SAP, ORACLE, ABC71, JD Edwards, Benner, Senior entre outros) e aplicações de terceiros pode envolver grandes quantidades de transformação de dados e uso de mensageria. Embora um projeto desse seja chamado de conversão EDI, tradução EDI, ou transformação EDI, os detalhes envolvidos em uma integração com um novo parceiro comercial podem ser muito trabalhosos. Com o iBOLT você pode orquestrar todo o processo de negócio e incorporar dados do EDI, utilizando-o como um conversor de EDI.

O EDI pode ser lido pelo iBOLT, pelo Data Maper (Confira o Data Maper neste vídeo) e transformado em formatos que permitam a comunicação com vários ERPs de mercado, bem como outras aplicações de software corporativas tais como Supply Chain (SCM), aplicações de logísticas e armazenagem. Usuários para tais soluções incluem fabricantes, distribuidores, varejistas, e empresas de transporte e remessa.

Para o EDI de saída, o iBOLT fornece vários formatos, entre eles, arquivo XML e ASCII. O iBOLT torna fácil para os usuários do ERP a integração do EDI com seus parceiros comerciais e suas aplicações sem necessidade de codificação, permitindo uma racionalização do processo de integração EDI. Utilizações para os conversores em ambos os sentidos incluem coisas óbvias como ordens de compra e alterações em ordens de compras geradas tanto pelo comprador quanto pelo fornecedor. Você também pode transacionar pedidos de entregas, instruções de rotas e notificações de entregas. Faturas, Ajustes de Crédito/Débito e Avisos de Remessa também podem ser tratados utilizando o EDI, dentro de um processo de negócios global. Para o planejamento da cadeia de suprimentos, uma atualização em tempo real da necessidade de produção é possível. E há, obviamente, muito mais que pode ser orquestrado dessa maneira.

Confira uma apresentação de um projeto completo do iBOLT Integration Suite

 

Rodney Repullo – CEO Magic Software Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.