Integração de JD Edwards e SharePoint é possível e fácil!

A maioria dos ambientes de TI são heterogêneos.

OK, então pode haver o departamento estranho à TI que é parede a parede IBM ou Oracle, mas dê uma olhada de perto e normalmente você vai encontrar uma série de  softwares de fornecedores distintos.

A causa dessa heterogeneidade pode ser que a empresa adotou o software considerado o melhor da categoria para o trabalho, pode ser porque a empresa tenha crescido por meio de aquisições ou pode ter acontecido como o crescimento orgânico e que o departamento de vendas tenha adquirido o CRM que gostavam que foi então entregue  para o departamento de TI gerenciar.

JDE_E1_logo

Sharepoint

Seja qual for a razão, a grande maioria  das empresas está em um mundo onde o CRM vem de um fornecedor, o ERP de outro e, quem sabe, o banco de dados venha ainda de outro. Nessas situações, a TI pode batalhar duro para se tornar uniforme ou pode trabalhar com o que tem e garantir que cada aplicação esteja integrada com as outras, dando aos usuários e ao negócio uma visão única dos dados.

Parece difícil, eu sei, mas é possível e um recente whitepaper divulgado pela Magic detalhou não apenas como isto é possível, mas por isso também porque deveria ser obrigatório no clima econômico atual. Integração quando bem feita reduz ineficiências e custos e pode aumentar a produtividade.

 

Magic_Diagram_xpi

Aqui eu queria olhar especificamente a integração de JD Edwards e SharePoint, como que parece ser algo que está surgindo de novo e de novo nas conversas que estou tendo, no entanto,  as necessidades de negócio por trás dos requisitos, como você vai ver, não são exclusivos destes ecossistemas. Um dos meus colegas nos Estados Unidos recentemente conduziu uma pesquisa que destacou não apenas algumas razões surpreendentes para a integração de sistemas, mas também revelou alguns problemas reais  a serem evitados durante a integração.

Razão # 1. Visualização de relatórios.

Uma das razões mais comuns para as organizações usarem o Microsoft SharePoint e JD Edwards juntos é fornecer uma maneira de acessar e distribuir relatórios JD Edwards. Algumas empresas usam SharePoint para construir processos de aprovação ao redor dos relatórios e controlar o acesso  a eles  utilizando a atribuição de direitos de usuário no SharePoint.

Razão # 2. Gerenciamento de Relatórios de Despesas. Organizações muitas vezes querem que uma grande variedade de usuários, incluindo aqueles que não são usuários do sistema ERP, possam inserir suas despesas no ERP utilizando para isso o SharePoint.

Além disso, workflows simples relacionados com as aprovações de relatórios de despesas normalmente estão incluídos. Uma vez aprovado, os dados dos relatórios de despesas são transformados e transmitidos para JD Edwards.

Reason # 3. Comércio  Eletrônico, Websites e Portais de Auto-atendimento de Funcionários. Uma variedade de requisitos de integração de eCommerce entre JD Edwards e SharePoint foram relatados.  Por exemplo, integração de portais de auto-atendimento de funcionários tipicamente envolve a utilização de aplicações de SharePoint para realização dos pedidos dos funcionários na aquisição de produtos da empresa, uniformes, suprimentos e serviços que são oferecidos aos funcionários envolvendo a cobrança de alguma taxa.

Reason # 4. Relatórios de Horas dos Empregados. Muitas empresas relataram o uso do SharePoint para receber ou exibir horas de trabalho dos empregados informações de gestão de  RH.

O Workflow do SharePoint foi usado para gerenciar aprovações necessárias e, em seguida, a integração com JD Edwards foi utilizada para transformar e importar automaticamente informações aprovadas.

Reason # 5. Gerenciamento de Instalações e Custos. Muitas empresas usam SharePoint para gerenciar processos relacionados  com o uso de instalações e alocar despesas associadas às instalações  entre vários departamentos.

Razão # 6. PTO (Paid Time Off) e outros requisitos de sistemas de RH. Solicitações de dias de folga e relatórios de RH são freqüentemente gerenciados utilizando aplicativos do SharePoint.

Existe a necessidade de prover ao ERP essas informações e, assim,  a integração automática entre as aplicações de RH do SharePoint e o ERP foram  é necessária.

Razão # 7. Catálogos de Produtos e Listas de Preços. Numerosas organizações relataram que a gestão de catálogos de produtos e listas de preços estava sendo feita por um aplicativo do SharePoint ou que a visibilidade  desta informação está sendo disseminada amplamente em toda a organização através do SharePoint.

Razão # 8. Integração Financeira. Necessidades expressas nesta matéria tipicamente relacionadas com integração de contas a pagar / contas a receber, integração de contabilidade geral e  tarefas como a reconciliação bancária automática. Esta exigência não é devido a alguma deficiência do JD Edwards, mas sim da necessidade de importação de informações financeiras de terceiros, cuja integração se dá através de uma variedade de métodos (EDI, Web Services, XML, etc). O SharePoint forneceu uma interface personalizada para os trabalhadores da área financeira e contábil, para analisar, aprovar e reagir aos dados antes de aceitação e processamento, por exemplo.

Razão #9. Atendimento ao Cliente e Acompanhamento de Devoluções. Muitos participantes da pesquisa expressaram necessidades relacionadas ao acompanhamento de chamdos de longa resolução do serviço de atendimento ao cliente, , bem como o rastreamento de materiais devolvidos.

SharePoint foi visto como um meio de lidar com estas questões em toda a organização, enquanto os dados específicos do ERP podem ser exibidos com base nas políticas de direitos de usuário.

Razão #10. Gestão e Rastreamento de Ativos. Muitos usuários expressaram necessidades de aplicativos de SharePoint que fazem interface com dados de ativos no  JDEdwards.

A maioria das necessidades são relacionadas à capacidade de rastrear informações e metadados sobre a descoberta, localização, inspeção, manutenção e valorização de ativos.

Para informações detalhadas sobre a integração do SharePoint com qualquer ERP ou CRM, clique aqui.

English and Original Version

David Akka - CEO Magic Software UK

David Akka – CEO Magic Software UK

 

 

Novo Comentário