Apache Tomcat 9: Conheça o novo “SOAP Server” do Magic xpi

Veja as novidades nas interfaces de webServices SOAP no Magic xpi, a partir da sua versão 4.13.

 

Prover interfaces para a publicação de webServices, REST ou SOAP, sempre foi um dos pilares da plataforma o Magic xpi desde a sua concepção.

Desde muitas versões, esta interface era provida pelo SystInet (WSO2).

Porém, iniciando da versão 4.13 (e subsequentes), esta interface agora é provida pelo Apache Tomcat 9.

 

Vamos ver o que mudou.

 

Desenhando uma interface de WebService SOAP

 

Do ponto de visto do arquiteto de integração, que desenha as soluções através do Magic xpi Studio, os procedimentos não mudaram.

Inicia-se com a definição de um “Recurso“:

 

cujo endereço agora é /webserviceprovider, e prossegue-se com a definição do “Serviço” e suas operações:

 

Com o botão “Management” temos acesso ao assistente que gera (cria) o módulo deste serviço, a ser publicado no Apache Tomcat 9:

 

Este processo de “deploy” pode ser feito em outros ambientes (QAS ou PROD por exemplo), através do utilitário “Environment Settings” da instalação do Magic xpi.

E por fim, este serviço está pronto para ser configurado em uma “Trigger” de um fluxo de integração:

 

Fácil, rápido e simples, exatamente como sempre foi.

 

Gerenciamento dos WebServices Providos

 

O “Console de Gerenciamento” também está disponível com o Apache Tomcat 9, agora no endereço: http://<servidor>:<porta>/webserviceprovider/service.

Mas com uma interface muito mais concisa e simples:

 

Ele nos dá acesso à lista der serviços atualmente publicados (disponíveis), e ao WSDL de cada um, que deve ser distribuído/disponibilizado aos potenciais consumidores destes serviços.

 

Backend de Atendimento às Chamadas

 

A estrutura de instalação, claro, mudou um pouco. É aqui onde encontraremos as maiores diferenças em relação as versões anteriores.

O Apache Tomcat 9 fica localizado numa pasta chamada “Runtime\apache-tomcat” e a aplicação (WAR) que provê de fato estas interfaces SOAP (webserviceprovider.war), na pasta  “xpi_webserver” na $HOME da instalação do Magic xpi:

 

Nela, o arquivo “xpi_webserver\webservice-config\config.properties” contém as informações de onde as chamadas remotas estarão sendo atendidas, e como localizar o GigaSpaces do Magic xpi:

 

Internamente, a pasta “%MAGIC_XPI_HOME%\Runtime\apache-tomcat” é chamada de CATALINA_HOME, e a pasta “%MAGIC_XPI_HOME%\xpi_webserver”, CATALINA_BASE.

O nome serviço agora se chama: Magic xpi 4.?? Soap Service:

 

O fluxo interno de execução/comunicação permanece o mesmo:

o cliente envia uma requisição SOAP até o endereço do Apache Tomcat 9 (antes era ao SystInet/WSO2), que abre uma requisição de execução (Message) dentro do GigaSpaces e fica aguardando a sua conclusão/tratamento, devolvendo então a resposta recebida para o cliente que fez esta requisição.

Este é um processo síncrono.

Algumas configurações também assumem valores default, como por exemplo 90s de timeOut na comunicação (retorno) da mensagem enviada ao GigaSpaces.

Mas isso também é configurável. Como no programa de execução do Apache Tomcat 9 (%MAGIC_XPI_HOME%\xpi_webserver\bin\RunSoapServer.bat) temos a configuração:

set CATALINA_HOME=%MAGIC_XPI_HOME%\Runtime\apache-tomcat

é justamente nesta pasta (%CATALINA_HOME%) que o Tomcat procura por um arquivo chamado ‘mgreq.ini‘ para obter alguma customização adicional aos serviços.

Por exemplo: na imagem abaixo vemos o ajuste deste timeOut entre Tomcat e GigaSpaces para 3min (180s):

 

Testando tudo

 

E por fim, com o endereço do WSDL, podemos testar toda esta estrutura com um software de consumo, como o SoapUI por exemplo:

 

Manoel Frederico Silva – Gerente de Tecnologia e Evangelista MAGIC – Magic Brasil
Manoel Frederico Silva – Evangelista MAGIC – Magic Brasil

 

Para receber os artigos do Blog Magic Brasil em primeira mão no seu email, registre-se aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.