Tag SharePoint

Como sua empresa usa o Microsoft SharePoint?

Seguindo uma tendência na busca por ferramentas que permitam uma maior colaboração e acesso a informação dentro do mundo empresarial, a utilização do Microsoft SharePoint vem aumentando consistentemente em todo o mundo. É realmente uma excelente ferramenta para aqueles que conseguem utilizar todo seu portencial e não apenas como um repositório de conteúdo.

Leia mais…

A Coexistência do SAP e SharePoint

Eric Marcos – Gerente de Negócios e Canais

Introdução

SAP e SharePoint. Desnecessário discutir os benefícios que ambos trazem às organizações que os utilizam. Sem dúvida, os ERPs SAP estão entre os melhores e mais respeitados do mundo corporativo. Da mesma forma, o SharePoint se coloca como uma excelente ferramenta de colaboração e gerenciamento de informações.

Tendo em vista as soluções que tanto ERPs SAP e SharePoint proporcionam, não é surpresa que a necessidade de integração entre ambos seja cada vez mais frequente. No entanto, o que não se espera são as dificuldades para que, de fato, a integração aconteça. Como mostraremos a seguir, um caso simples de integração de Time Tables pode demandar centenas de horas de trabalho.

O que fica claro é que empresas necessitam de uma ferramenta especializada nesse tipo de trabalho. Quem adquire uma solução SAP e SharePoint não quer inesgotáveis horas de trabalho e soluções inadequadas. Quer uma ferramenta que permita extrair o valor máximo de seus investimentos em TI. O Magic xpi é essa ferramenta.

 SharePoint: A Crise da Informação

“Os Metadados do SharePoint são uma bagunça. Os backups estão parando. A Integração com o Office é confusa. O servidor precisa de mais memória. O Workflow está todo errado. Os privilégios dos tipos de usuários precisam ser atualizados. Não estão sendo criados aplicativos customizados. Os gerentes estão enlouquecendo e os usuários estão reclamando – e a utilização dos processadores é muito alta!” – David Rubinstein, SD Times.

Com depoimentos como esse, fica claro que para muitos departamentos de TI o SharePoint criou uma crise de informação. Ainda assim, no dia-a-dia dos negócios, os usuários continuam exigindo não apenas que as aplicações em SharePoint sejam utilizadas, mas que estejam integradas aos outros sistemas.

Certamente, integrar o SharePoint ao SAP é uma prioridade para muitos departamentos de TI que gerenciam sistemas ERPs da SAP. Nós fizemos uma pesquisa com gerentes de TI que utilizam SAP em diversos setores para identificar algumas das principais razões da utilização de SharePoint em empresas que usam SAP.

Nossa pesquisa sugere que aplicações de SharePoint aumentam o alcance de aplicações de negócios para diversos processos e funções organizacionais, gerando alta necessidade de integração.

Os usos mais comuns do SharePoint
| Relatórios e Business Intelligence

Uma das razões mais comuns para as empresas de TI utilizarem o Microsoft SharePoint e o SAP é o fato de ser uma maneira de dar acesso e distribuir relatórios do SAP. Diversas organizações utilizam o SharePoint para construir processos ao redor dos relatórios e controlar o acesso a eles através dos user rights do SharePoint.

Relatórios de Ponto Eletrônico e PTO (personal time off)

Muitas empresas reportaram a utilização do SharePoint para administrar as horas trabalhadas dos funcionários e de suas forças de trabalho, principalmente em serviços. O workflow do SharePoint  foi utilizado para gerenciar aprovações e então a integração com o SAP era usada para automaticamente transformar e importar as informações já aprovadas.

As aprovações e relatórios de PTO são frequentemente administradas de dentro das aplicações de SharePoint. A exatidão dessas informações é muito importante para as organizações, então a integração automatizada entre as aplicações de PTO e o sistema ERP tornam-se uma necessidade.

eCommerce

Uma grande variedade de necessidades de integração entre soluções de eCommerce, SAP e SharePoint foram relatadas. Por exemplo, o Portal de Auto-Serviço dos Funcionários normalmente envolve o uso de uma aplicação de SharePoint para pedidos desde relatórios gerenciais até portais internos de compra para funcionários.

Catálogo de Produtos e Listas de Preços

Muitas empresas reportaram que estavam administrando seus catálogos e listas de preços através de aplicações de SharePoint ou então que estavam dando visibilidade à essas informações para toda empresa através do SharePoint.

Relatórios de Despesas e Compras

É muito comum que organizações queiram que muitos de seus colaboradores, incluindo aqueles que não são usuários do ERP da empresa, possam inserir seus lançamentos de despesas utilizando aplicações de SharePoint. Além disso, normalmente é necessário a inclusão de um workflow nesse processo para aprovação das despesas. Após a provação, os dados são transformados e enviados ao SAP.

Informações sobre Funcionários

Muitas empresas também expressaram a necessidade de os colaboradores terem acesso às informações de RH, como benefícios, políticas, histórico de pagamentos, entre outras informações necessárias. Além de normalmente os dados de contatos dos empregados estarem armazenados no ERP, muitas das informações relevantes para o funcionário também estão lá. Se uma interface segura para acesso à essas informações for desejável, então a integração entre SAP e SharePoint torna-se uma necessidade.

Integração Financeira

As necessidades de integração financeira geralmente estão relacionadas a integração de Contas a pagar e contas a receber, integração da contabilidade geral e rotinas como automação da reconciliação bancária. Essa necessidade não vem de uma deficiência do SAP, mas da necessidade de importar informações financeiras de diferentes Sistemas que fazem integração através de uma grande variedade de métodos (EDI, Web Services, XML, etc.) As aplicações de SharePoint oferecem uma interface customizada para revisão, aprovação e correção de dados antes do processamento.

Atendimento ao Cliente e Rastreamento

Muitos participantes da pesquisa deixaram claras suas necessidades relacionadas ao atendimento ao cliente e ao rastreamento da solução dos problemas mais demorados. O SharePoint foi visto como um meio eficiente para lidar com esses problemas, enquanto informações específicas do ERP são disponibilizadas de acordo com os user rights atribuídos a cada tipo de usuário.

Administração e Rastreamento de Ativos

Um grande número de usuários expressaram a necessidade de integrar aplicações de SharePoint à informações e dados de Ativos no SAP. A Maior parte dessas necessidades está relacionada à habilidade de rastrear informações e metadados sobre descoberta, localização, inspeção, manutenção e apreciação de valor dos Ativos.

| Administração de Instalações e Custeio

Diversas empresas também utilizam o SharePoint para administrar processos relacionados às suas instalações físicas e alocar despesas associadas ao uso das instalações aos diversos departamentos.

A Importância da Automação

Vamos analisar novamente o comentário feito por David Rubinstein no início: “Os Metadados do SharePoint são uma bagunça. Os backups estão parando. A Integração com o Office é confusa. O servidor precisa de mais memória. O Workflow está todo errado. Os privilégios dos tipos de usuários precisam ser atualizados. Não estão sendo criados aplicativos customizados. Os gerentes estão enlouquecendo e os usuários estão reclamando – e a utilização dos processadores ainda está muito alta!”

Mas David Rubinstein está promovendo o treinamento e a especialização em SharePoint – Ele é um dos melhores conferencistas de SharePoint na indústria de TI. Ele tem bons argumentos e apesar de todos os pontos positivos do SharePoint 2010 e do Servidor Microsoft Office SharePoint 2007 (MOSS 2007), trabalhar com seus metadados é complicado.

Isso não significa que os ERPs SAP não funcionam com SharePoint. Significa apenas que seria muito mais adequado utilizar uma abordagem sistemática para integração de SAP e SharePoint, ou corre-se o risco de acabar tendo um enorme custo de desenvolvimento envolvendo milhares de linhas de código, levando a um enorme backlog em TI, exacerbando exatamente aqueles problemas que o SharePoint foi criado para resolver.

Ter uma forma automatizada de lidar com a integração de processos de negócio entre SharePoint e SAP é um passo na direção certa.

O BizTalk, que poderia argumentar, só piora a situação e a torna ainda mais complexa. A integração do SharePoint certamente não se torna mais fácil por utilizar o BizTalk e os custos envolvidos com a utilização do NetWeaver da SAP explodem se você tiver um grande tráfego entre de informação SAP e o SharePoint.

Existe um grau de complexidade frustrante ao tentar integrar um sistema SAP e um não-SAP usando NetWeaver. Acreditamos que seja por isso que informalmente a SAP tenha de certa forma se afastado do NetWeaver, evidenciado pelo certo abandono do NetWeaver pela SAP em termos de campanhas de marketing e comunicações.

Você precisa ter a ferramenta certa para integração entre Microsoft SharePoint e SAP, e certamente essa ferramenta não vem com o rótulo de nenhuma dessas empresas.

Integração com Abordagem Livre de Códigos

A Magic Software Enterprises oferece a Plataforma de Integração Magic xpi (anteriormente chamado de  iBOLT) para integração entre SharePoint, SAP ERP e outras aplicações de negócios.

A Magic construiu sua reputação com ferramentas de rápido desenvolvimento de aplicações nos anos 80 e 90. O release mais recente da Plataforma de Aplicações Magic xpa permite o desenvolvimento de qualquer tipo de aplicação de negócios com implantação de diversas maneiras: Full Client, RIA, Mobile, Web, Background and SaaS. A Magic está listada na NASDAQ com o código .

Para integração, a Plataforma de Integração Magic xpi oferece uma plataforma 100% livre de código que faz transformação de dados, roterização de mensagens e orquestração de processos entre diferentes aplicativos e usuários. O Magic xpi simplifica o difícil trabalho de integração que acontece nos bastidores para que o SharePoint continue satisfazendo os usuários como uma ferramenta de portais e colaboração.

SharePoint TimeCard Template para Módulo de Integração ERP Payoll via Magic xpi Flow

Um bom exemplo de aplicação que deveria estar integrada ao SAP é o template SharePoint Timecard Management, da própria Microsoft. Para importar dados do Timecard  do SharePoint para SAP, o Magic xpi age nos bastidores, usando triggers e criando processos que trazem informações do SharePoint para o SAP de forma automatizada.

Se isso fosse feito manualmente, seriam necessárias 91 linhas de código do lado do SharePoint por campo. No SAP, as tabelas relevantes possuem dezenas de campos. Logo, seriam necessárias algumas milhares de linhas de desenvolvimento em SharePoint apenas para um simples projeto de integração de Timecard Management.

Questões importantes como monitoramento, recuperação de erros, administração de excessos, administração de estado, orquestração precisariam ser programados também. Ao invés disso, o Magic xpi Studio permite que um analista crie processos de negócio visualmente, clicando, arrastando e configurando componentes que eliminam completamente a necessidade de programação linha-a-linha, que é cara e entediante.

O Magic xpi integra também sistemas mais antigos (non-NetWeaver) como SAP R/3 4.6a, 4.6b, 4.6c etc, e também com Sistemas NetWeaver based como ECC 5.0, ECC 6.0 e o atual SAP Business Suite, incluindo SAP ERP, SAP CRM, SAP PLM, SAP SCM and SAP SRM.

O Magic xpi automatiza a comunicação com o SAP usando canais de integração padrão do SAP como RFC, BAPI and iDOC. O Magic xpi também pode se conectar ao SAP via SAP XI/PI usando seus conectores HTTP e Web Service.

Como tudo isso é feito usando a metodologia de clicar, arrastar e configurar do Magic xpi Studio, a criação das regras de negócio e dos fluxos dos processos de negócio torna-se simples e não envolve nenhum tipo de programação.  As transformações de dados também são todas feitas através de mapeamento visual; dessa forma, os dados são transportados e transformados usando qualquer regra de negócio que seja necessária.

A adição de regras de negócio em uma transformação é feita através de um editor de expressões acessado na caixa de diálogo do usuário. Uma vez que o desenho do fluxo do seu processo de negócio está terminado, incluindo todas as exceções que deseja, o Magic xpi Server gerencia os processos automaticamente.

O Magic xpi faz integrações de SharePoint automatizando Web Services para Windows SharePoint Services in MOSS 2007 ou SharePoint 2010 e também utilizando o Business Connectivity Services no SharePoint 2010.

Com o Magic xpi você não precisa escrever os Web Services. O Magic xpi gerencia isso e também toda intermediação das comunicações para você. Com o Magic pxi, você pode interagir com o Catálogo de Dados de Negócios do SharePoint e também com os órgãos como Sites, Listas, Tipos de Conteúdo, Documentos, e Formas.

O Magic xpi também oferece abordagens sistemáticas de integração com qualquer outro ERP ou CRM. O Magic xpi faz toda transformação de dados, mensageria, roteamento e administração assíncrona de workflow.

O Magix xpi acelera a criação de processos de negócios que integram o software de negócios

Combinando Integração com Gerenciamento de Processos

Talvez a melhor maneira de encarar o Magic xpi seja como um provedor de integração e gerenciamento de processos. Tudo isso é baseado em padrões abertos que lhe permitem desenhar, implementar e monitorar processos de negócio que conectam bancos de dados, aplicativos, websites, web services e workflow humano.

Projetos de Magic xpi gerenciam processos em alto nível e fluxos no nível dos detalhes. A construção desses fluxos, no entanto, é muito simplificada, porque os fluxos são construídos a partir de uma biblioteca de componentes, métodos e wizards. Os fluxos podem ser executados de forma assíncrona ou em tempo real.

Por exemplo, um processo pode simplesmente esperar por um input humano, como um e-mail, ou uma atividade no sistema, como o processamento de uma aprovação, antes que o próximo passo no fluxo do Magic xpi aconteça.

O Magic xpi também tem a vantagem de endereçar uma grande variedade de requisitos de integração, incluindo aqueles que vão além dos requisitos iniciais da integração de SAP e SharePoint. Por exemplo, o editor de fluxos do Magic xpi pode criar regras de negócio até mesmo de diferentes fontes chamando lógicas de RPG, COBOL,.NET e J2EE.

O Mapper de Dados do Magic xpi permite arrastar e soltar mapeamento de dados e inclui um editor de expressão completo para transformação de dados

A biblioteca de adaptadores do Magic xpi é parte integrante do Magic xpi Studio e inclui toda a tecnologia necessária. Em outras palavras, eles não são vendidos separadamente. Os adaptadores para SAP e SharePoint ajudam a assegurar que não haverá nenhuma necessidade de programação e nenhuma codificação manual utilizando Magic xpi.

Enquanto se desenha o processo de negócio há um emulador simples de usar que pode-se usar para verificar os resultados do processo. Em tempo de execução, há um monitor que é configurável para exibir os passos da integração log a log, informações de performance e ainda fornece um painel de controle de latência, volume, taxas de erro e outras informações extremamente úteis.

Conclusão: Foco na Eficiência da Integração

Para uma organização atualmente utiliza SharePoint e SAP, o Retorno sobre os Investimentos Existentes (ROEI) é muito atrativo. Uma integração bem sucedida acontece quando você realmente consegue tirar o valor originalmente pretendido de seus ativos de TI, quando se eliminam os abismos entre o SharePoint e seu “negócio real” no ERP SAP.

O resultado é uma maior eficiência entre colaboradores e times dentro da empresa ao eliminar as barreiras do compartilhamento de informação e dos processos de negócio. Quando se acelera a velocidade de seu negócio, cria-se vantagens competitivas únicas. A Coexistência de SharePoint e SAP pode tornar-se uma solução de negócio muito ponderosa quando se consegue ultrapassar os equívocos comuns relacionados à integração.

Sobre a Magic Software Enterprises

A Plataforma de Integração de Negócios Magic xpi entrega integração de níveis empresariais, gestão de processos de negócios e soluções para sincronização de dados. O Magic xpi Studio, guiado por metadados, com sua abordagem abrangente e livre de códigos, biblioteca out-of-the-box de mais de 50 adaptadores, wizards, serviços, e métodos, orquestram o fluxo dos processos de negócios e coordenam as trocas de informações entre sistemas on-premise e/ou sistemas baseados em nuvem em uma abordagem many- to-one.

Com a implementação de uma ampla série de conectores e adaptadores certificados e otimizados, o Magic xpi pode integrar ERPs, CRMs, SCMs, além de outros sistemas empresariais. A Magic é um Gold Partner da Oracle, e parceiro certificado de empresas como SAP, Oracle, Salesforce.com, Microsoft, IBM, Google e muitos outros.

 

Faça o download do artigo.

 

Equipe de Comunicação Magic Software Brasil.

 

 

 

Integração Dynamics CRM, SharePoint e JD Edwards: Um Triplo Desafio de TI

Glenn Johnson – Senior Vice President – Magic Software Americas

A integração do Oracle JD Edwards com o Microsoft Dynamics CRM e o SharePoint não é um tópico novo aqui neste BLOG. Temos discutido individualmente a integração JD Edwards . Temos também escrito sobre a integração de JD Edwards e Dynamics CRM. Mas nunca  abordamos o triplo desafio de integração de processos de negócios para os três juntos.

Portanto, a pergunta de hoje é: se você tem estas três soluções rodando em sua empresa, quais são os processos de negócios e pontos de contato que precisam ser integrados? Partindo do princípio que o Oracle JD Edwards e o Dynamics CRM são pacotes de aplicativos de negócios de software que executam funções comuns de negócios, operações, manutenção de registros e relatórios de tarefas, eles são muito bem definidos. Sabemos, por exemplo, que a estrutura da tabela padrão para um contato ou cliente é parecida em ambos os sistemas.

SharePoint é outra história. O SharePoint é uma lousa em branco na qual você pode construir aplicativos que aproveitem as capacidades muito amplas do Sharepoint para gerenciamento de conteúdo, colaboração, portais e tarefas de workflow, por exemplo. Então, para discutir a integração de todos os três, vamos considerar três usos comuns do SharePoint e discutir as melhorias do processo que podem ser feitas com o Oracle JD Edwards e o Microsoft CRM.

Gestão de Contestação de Fatura. Neste exemplo, temos um aplicativo do SharePoint que foi criado para lidar com processos de negócio da empresa exclusivos sobre conflitos de seus próprios clientes sobre as faturas que foram emitidas. A diretoria decidiu que precisam de uma aplicação centralizada para ver todos os dados e informações relacionadas a um determinado conflito. Quando uma fatura é contestada, o número da fatura é usado para identificar o cliente no sistema ERP e os dados do ERP que estão relacionados com o cliente ou prospect no sistema de CRM. O aplicativo pode exibir históricos de compras e créditos do sistema ERP e histórico de vendas do sistema de CRM. O SharePoint pode encaminhar uma proposta de solução para aprovação das partes necessárias. Uma vez que a solução seja determinada, tanto o sistema de CRM quanto o ERP podem ser atualizados em conformidade. Todos os três sistemas têm um papel vital em fornecer uma visão de 360 ​​graus do processo de gestão da fatura. O tempo de solução é melhorado, aumentando a satisfação do cliente e a eficiência dos processos de negócios.

Monitoramento de Campanha de Marketing Integrada. Enquanto que os aspectos de vendas e  atendimento ao cliente do Dynamics CRM são bons, suas funcionalidades de marketing são limitadas. E o JD Edwards World não tem CRM próprio. Alguns usuários do JD Edwards e do Dynamics CRM desejarão criar um sistema de Monitoramento de Campanha de Marketing Integrada no SharePoint que pode ajudar a provar o ROI dos gastos de marketing ao monitorar mais efetivamente as campanhas de marketing, leads, conversão de oportunidade e valor vitalício do cliente. Manter o controle das campanhas, leads e gastos de marketing pode ser facilitado com a  aplicação do SharePoint. Determinar coisas como, quanto tempo demorou para fechar um negócio e o tempo de atendimento do cliente vai exigir acesso ao Dynamics CRM no primeiro caso e ao JD Edwards na último. Aplicativos  SharePoint podem ser criados para fornecer um ponto comum da visibilidade sobre a eficácia da campanha de marketing e a gestão do workflow para o processo de campanha de marketing em si com o acompanhamento de campanhas, atividades, fontes e despesas. Neste sentido, a integração da Web 2.0, como mídias sociais, blogs e mensagens instantâneas também pode ser útil.

Reembolso de Despesas e Aprovação. O SharePoint provê uma maneira fácil para todos os funcionários acessarem aplicações como um aplicativo de relatório de despesas do SharePoint. A integração com o ERP é essencial devido à necessidade de contabilidade e pagamento de despesas. Embora a necessidade de integração com o CRM possa ser menos óbvia, pode melhorar significativamente a tomada de decisões para monitorar despesas relacionadas a oportunidades específicas e vendas fechadas. Quais clientes são mais rentáveis ​​e quais são menos rentáveis? Qual é o verdadeiro custo das vendas? Como essas despesas podem ser segmentadas para melhorar a retenção de clientes e as decisões de público alvo.

Gestão de Catálogo de Produtos. Nós demonstramos anteriormente a Aplicação SharePoint SocialLauch de Gestão de Lançamento Social de Produtos. Ao integrar JD Edwards e Dynamics CRM em sua solução de gerenciamento de produtos, todos os tipos de benefícios são obtidos. Gerentes de produto e gestores de portfólio têm um trabalho de informações centralizado em seu aplicativo SharePoint, que sincroniza com o ERP e o CRM. Os vendedores precisam visualizar produtos e preços no sistema de CRM e, claro, o sistema ERP deve a mesma informação. Mas é realmente o gerente de produto e o gerente de portfólio que tomam estas decisões sobre quais produtos estão em andamento, quais são os preços, descrição atual do produto, fotos de produtos primários e secundários, e exatamente quando iniciá-lo e disponibilizá-lo. O SharePoint pode gerenciar workflows e aprovações relacionadas a estas decisões. Com links de mídias sociais, você mesmo pode postar no Facebook e no Twitter, quando novos produtos tornam-se disponíveis a partir de seu aplicativo do SharePoint.

O grande “Se”. Você pode fazer todas essas coisas e muito mais, mas somente se você tiver uma plataforma de integração que pode orquestrar JD Edwards (World ou EnterpriseOne) com o Microsoft Dynamics CRM e o SharePoint (2007 ou 2010). A plataforma de Integração iBOLT da Magic Software gerencia a integração de todos estes sistemas através da utilização de adaptadores pré-construídos para cada uma das três aplicações alvo. Com o simples arrastar, soltar e configurar um projeto de processos de negócio, você tem uma maneira relativamente simples de superar este triplo desafio de TI. Neste sentido, você pode achar útil o webinar e demonstração sobre a Integração do CRM Dynamics, SharePoint e JD Edwards .

Novo White Paper de integracão SAP ERP para SharePoint

André Ramos

André Renato Ramos – Gerente de Negócios e Canais – Magic Software Brasil

Caro Parceiro SAP,

É provável que você já tenha pensado em oferecer aquele “algo a mais” aos seus clientes ou mesmo facilitar amplamente a implantação de um processo de negócio através do Microsoft Office SharePoint Server 2007 (MOSS 2007) e sua irresistível biblioteca de modelos prontos, como Orçamento e Controle Múltiplos Projetos, Relatório de Desempenho dos Negócios ou mesmo Reembolso de Despesas e Aprovação, que atenderia as necessidades e aumentaria sua margem de serviços, não é mesmo?

Mas aí vem a dura realidade quando o seu cliente pergunta “Como vamos integrar tudo isso?” A Magic software tem o prazer de disponibilizar o documento INTEGRANDO SAP COM MICROSOFT SHAREPOINT: APROVEITANDO OS MODELOS E PROCESSOS DE NEGÓCIO DO MICROSOFT SHAREPOINT. Uma abordagem prática e descomplicada de como aproveitar o máximo da colaboração entre estas soluções, entregando o melhor projeto, no prazo e dentro do orçamento.

Grande abraço e excelente leitura!